Aqui estão os eventos em que participo: exposições, prêmios, trocas de gravuras, intervenções urbanas e o que mais acontecer.

Para acompanhar concursos, exposições, lançamento de livros e curiosidades, visite meu outro blog:
http://gabinetedecuriosidades.blogspot.com/

Maria Pinto

07 agosto 2018

Núcleo de Livros de Artista | Percurso urbano: estudo para narrativas visuais em livros de artista - com Márcia Rosemberger e Fabíola Notari - SP

casacontemporanea
 
O flanar como prática para re-descobrir os atrativos do espaço público, gerando um olhar pessoal do lugar comum. A observação ao longo do caminho e os registros feitos em sketches e fotografias, além da técnica de colagem, fazem parte do processo para a construção de narrativas visuais do livro de artista. O produto final é editado como uma publicação independente.

Clique aqui e saiba mais!
 
 

o Paulo - SP / CEP: 04021-020 

Telefone: (11) 2337 3015

Sesc Carmo traz programação que flerta com a memória nas artes visuais = SP


Com uma variedade de linguagens em volta do tema da memória, artes visuais é destaque na programação de agosto do Sesc CarmoAté 17 de agosto, a exposição Travessias traz narrativas que se relacionam com a memória dos imigrantes italianos provenientes da Puglia, em particular da cidade de Polignano a Mare, na cidade de São Paulo. Essa ocupação criou marcas no desenho urbano da região zona da cidade. É nessa região da cidade que ocorre a Festa de São Vito, padroeiro da cidade pugliese de Polignano a Maré na Itália. 
Em Memórias Daqui e Dalide 7 de agosto a 25 de setembro, os participantes serão instigados a realizar um projeto de bordado, que busca resgatar a partir das lembranças e da memória afetiva, a história do Centro da cidade. Já em Fotografia Colorida À Mão, de 8 a 10 de agosto, os participantes terão oportunidade aprender a técnica de antes das fotos em cores e digitalizar as imagens.
A Oficina-expedição Cidade Metafóricade 13 a 17 de agosto, pretende explorar a construção do conhecimento e ampliação da noção de patrimônio por meio de caminhadas e vivências de deslocamentos da percepção.  Ações que trarão outros valores atribuídos à cidade, aos espaços e às camadas de memória.
Confira a programação abaixo

Exposição Travessias
A exposição tem como objetivo geral apresentar conteúdos reunidos no Acervo Santu Paulo, buscando articular narrativas que se relacionem com a memória dos imigrantes provenientes da Puglia, em particular da cidade de Polignano a Mare, na cidade de São Paulo. No entanto, não pretende fazê-lo dentro de uma perspectiva historicista, mas trazer uma dimensão estética e experiência de memórias: suas lacunas e imprecisões como meio narrativo.
De 1 a 17 de agosto, segundas às sextas, das 9h às 19h30
Local: Área De Convivência.
Livre. Grátis
Curadoria: Angela Di Sessa

Memórias Daqui e Dali
Os participantes serão instigados a realizar um projeto de bordado, que busca resgatar a partir das lembranças e da memória afetiva, a história do Centro da cidade. Para Milton Santos, "o território é o chão e mais a população, isto é, uma identidade, o fato e o sentimento de pertencer aquilo que nos pertence. O território é a base do trabalho, da residência, das trocas materiais e espirituais e da vida, sobre as quais ele influi. Quando se fala em território deve-se, pois, de logo, entender que está falando em território usado, utilizado por uma população.

Com Rochele Beatriz
De 7 de agosto a 25 de setembro, terças, das 14h às 17h
Local: Sala de Oficinas 2
Classificação: 14 anos
Inscrição - R$20,00 / R$10,00 / R$6,00

Fotografia Colorida À Mão com Quiosco Cultural
A fotografia colorida à mão é uma técnica do começo do século, como não existia ainda a fotografia em cores, diversos artistas utilizavam a técnica de vitral para colorir as fotografias PB, as tintas são transparentes trazendo um efeito muito especial. Os participantes terão oportunidade aprender essa técnica e digitalizar as fotos.
De 8 a 10 de agosto, quarta a sexta, das 17h às 20h
Local: Espaço de Tecnologias e Artes
Classificação: 14 anos

Cidade Metafórica
Oficina-expedição nas regiões da Sé e Parque Dom Pedro, que pretende explorar a construção do conhecimento e ampliação da noção de patrimônio através de caminhadas e vivências de deslocamentos da percepção.  Serão acompanhadas do registro do simples cotidiano provocando o reposicionamento de valores atribuídos à cidade, aos espaços e às camadas de memória.
Com Eneida de Almeida, Maria Angela Di Sessa, Marcia Benevento, Maria Carolina Maziviero
De 13 a 17 de agosto, segunda a sexta, das 13h30 às 16h30
Local: Espaço de Tecnologias e Artes
Classificação: 16 anos
Grátis - Inscrições gratuitas na Central de Atendimento - Vagas limitadas
SESC Carmo
Rua do Carmo, 147 – Centro
Horário de funcionamento: De segunda a sexta, das 9h às 20h.
Telefone: (11) 3111-7000

Redes Sociais

Secretaria Municipal de Cultura abre edital de credenciamento para oficineiros

Secretaria Municipal de Cultura abre edital de credenciamento para oficineiros

Interessados em realizar oficinas podem fazer inscrição entre os dias 26 de julho e 28 de agosto

Entre os dias 26 de julho e 28 de agosto, a Secretaria Municipal de Cultura recebe inscrições de projetos para a realização de oficinas culturais em seus equipamentos, com a possibilidade de ampliação para outros equipamentos que venham a integrar a Secretaria.
 Os projetos deverão ser de atividades práticas, lúdicas e de fruição cultural, que instiguem a experimentação, a reflexão, a iniciação de prática artística, a formação de grupos e a socialização.
Os projetos deverão, obrigatoriamente, estar inscritos em uma das seguintes modalidades abaixo:
Modalidade I: Oficinas de Curta Duração - 1 mês de atividades
Modalidade II: Oficinas de Média Duração I - 3 meses de atividades
Modalidade III: Oficinas de Média Duração II - 4 meses de atividades
Modalidade IV: Oficina Estendida I - 6 meses de atividades
Modalidade V: Oficina Estendida II - 10 meses de atividades
As inscrições devem ser feitas por meio de formulário.
Ou presencialmente, nos endereços abaixo:
Zona Sul
Centro Cultural Santo Amaro
Av. João Dias, 822 – Santo Amaro – São Paulo - SP – CEP: 04724-001 - Telefone: 5541-7057
Biblioteca Helena Silveira 
R. José Viriato de Castro, 78 – Campo Limpo – São Paulo - SP – CEP: 05788-310 - Telefone: 5841-1259
Biblioteca Viriato Corrêa
R. Sena Madureira, 298 – V. Mariana – São Paulo - SP - CEP: 04021-050 - Telefone: 5573-4017/ 5574-0389
Zona Norte
Centro Cultural da Juventude
Av. Dep. Emílio Carlos, 3641 – Vila Nova Cachoeirinha – São Paulo - SP – CEP: 02720-200 - Telefone: 3343-8999
Casa de Cultura Vila Guilherme
Praça Oscar Silva, 110 V. Guilherme – São Paulo - SP - CEP: 02067-070 - Telefone: 2909-0065
Biblioteca Brito Broca
Av. Mutinga, 1425 – Pirituba - São Paulo - SP - CEP: 05110-000 - Telefone: 3904-1444/3904-2476
Biblioteca Padre José de Anchieta 
R. Antonio Maia, 651- Perus – São Paulo - SP - CEP: 05204-110 - Telefone: 3917-0751
Zona Leste
Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes
R. Inácio Monteiro, 6900 – Conj. Hab. Sítio Conceiçã– São Paulo - SP – CEP: 08490-000 - Telefone: 3343-8900
Centro Cultural da Penha
Largo do Rosário, 20 – Penha – São Paulo - SP - CEP: 03634-020 - Telefone: 2295-0401
Casa de Cultura Itaim Paulista 
R. Monte Camberela, 490 - Vila Silva Teles - São Paulo - SP - CEP: 08110-240 - Telefone: 2963-2742
Zona Oeste
Biblioteca Alceu Amoroso Lima
Rua Henrique Schaumann, 777 – Pinheiros – São Paulo - SP – CEP: 05413-021 - Telefone: 3063-3064/3082-5023
Centro
Secretaria Municipal de Cultura
Av. São João, 473 - 8º andar - Centro - São Paulo - SP - CEP: 01034-001 -Telefone: 3397-0000

Prêmio Residência de Criação em Artes Visuais – Teresina/PI



Artistas visuais de todo o país já podem se preparar para uma grande mostra que acontece entre os meses de outubro e novembro em Teresina no Prêmio de Criação em Artes Visuais/2018.
Promovido pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação de Cultura Monsenhor Chaves, o Prêmio tem como objetivo ampliar a noção de artes visuais e estimular a criação dos artistas, sendo aberto para participantes de qualquer cidade.
Poderão concorrer na Residência de Criação pessoas físicas, maiores de dezoito anos ou emancipadas, diretamente responsáveis pela criação e execução de seus projetos. O Prêmio é dividido em duas etapas, de Habilitação e de Seleção e Premiação. Na segunda, serão avaliados a qualidade, a relevância estética e conceitual, bem como a originalidade. Serão premiados dez criadores para a Residência de Criação, além de três suplentes.
Cada criador ou coletivo selecionado para a categoria Residência de Criação será contemplado com prêmio em dinheiro a fim de auxiliar na produção da sua obra, sua manutenção, bem como no desenvolvimento de suas atividades durante o prazo de residência obrigatória em Teresina-PI.
O criador selecionado na categoria Residência de Criação deve participar, com anuência da curadoria, com trabalho na Mostra de Processo que acontecerá de 24 de outubro a 24 de novembro de 2018.
CRONOGRAMA
– Inscrições: até 15 de agosto/2018, via Correios
– Taxa de inscrição: não
– Premiação: R$ 4.000.– Edital + Ficha de Inscrição: http://bit.ly/2MlptRp

Editais Firjan SESI 2018

>> INSCRIÇÕES PRORROGADAS
Os editais do SESI têm o objetivo de contribuir com o desenvolvimento de atividades culturais e artísticas. Com inscrições gratuitas, empresas, produtoras, microempreendedores individuais (MEI), artistas e profissionais em geral ligados às áreas artística e cultural podem concorrer com projetos ligados ao teatro e à música.
Confira abaixo os editais:
- Edital Cultural de Fomento às Artes
Serão selecionados projetos de artes cênicas (teatro, circo e dança), artes visuais (desenho, pintura, escultura, gravura, instalação e fotografia) e música para apoio financeiro. As propostas apresentadas deverão ter conteúdo inédito. No caso de projetos de continuidade (festivais, feiras, festas), que já tenham sido realizados anteriormente, a edição deverá ser inédita.
Premiação: os projetos inscritos não poderão ultrapassar o valor total (integral) de R$ 500.000.
- Edital Cultural de Música
Vai selecionar doze projetos (bandas ou artistas independentes), que receberão recursos financeiros para a produção de um videoclipe de música inédita. O SESI também disponibilizará um estúdio para a produção fonográfica da mesma música. Os contemplados também vão participar de uma semana de imersão com profissionais renomados do mercado e do meio acadêmico, que abordarão temas relevantes sobre o mercado musical, aceleração de carreira, empreendedorismo, entre outros. Também vão participar de uma mostra competitiva onde serão escolhidos a melhor música e o melhor intérprete, além de anunciado o melhor videoclipe por votação popular.
Premiação: R$ 10.000 para cada projeto selecionado.
- Edital Cultural de Teatro
No edital “Novos Talentos do Teatro” serão selecionadas dez companhias de teatro que irão montar, cada uma, um espetáculo a partir da escolha de um dos textos inéditos desenvolvidos em uma das edições do Núcleo de Dramaturgia SESI. Os espetáculos montados se apresentarão em uma Mostra Teatral, aberta ao público, que será realizada em janeiro de 2019 em um dos espaços do SESI.
Premiação: R$ 25.000 para cada proponente selecionado.
CRONOGRAMA
– Inscrições:
 PRORROGADAS até 13 de agosto/2018, via online
– Taxa de inscrição: não
– Editais + Inscrição: http://bit.ly/2ni4zYL

Tarde de autógrafos ‘Traços e Cores – Elifas Andreato’


12 de agosto, às 17h.

Comemorando os 50 anos de carreira do artista e o aniversário da CAIXA Cultural São Paulo, será realizada uma tarde de autógrafos do livro “Traços e Cores”, que traz uma retrospectiva do trabalho do artista.  (Foto: Empório Elifas Andreato)

Edital Paralelos Artes Visuais Funarte

Estão abertas as inscrições para o Edital Paralelos Artes Visuais Funarte. O processo seletivo vai gerar cadastro reserva de projetos e programas, para realização nas galerias e espaços da entidade nas cidades de Brasília, São Paulo (SP) e Belo Horizonte (MG). O edital é válido para todo o território nacional.
Segundo o texto do edital, são alguns exemplos de ações de ocupação: “mostras de pintura, escultura, desenho, gravura, objeto, fotografia e foto-linguagem, performance, intervenção e interferência artística, instalação, poema visual, poema objeto, livro de artista, vídeo-instalação, macro e multi-projeções de imagens e vídeos, design, arquitetura e urbanismo, artes gráficas, experimentações audiovisuais, experimentações e criação por meio de novas tecnologias, expressões virtuais, produções artísticas coletivas, resultados de residências artísticas, intercâmbio de produções visuais contemporâneas via internet, programas educativos infantis de multiexpressividade, programas de ciclos de debates e palestras sobre o campo das artes visuais para professores de artes, oficinas com resultados expositivos in loco ou espaços externos, interfaces das artes visuais com outros segmentos artísticos, interfaces das artes visuais com outras áreas do conhecimento científico, sócio-político, antropológico, meio-ambiente, arte popular e demais campos de atividade, oficinas de escritas, falas e curadorias de pensamento crítico e história da arte nas artes visuais, ações de livre expressão e temáticas livres com relação ao campo de expansão das artes visuais contemporâneas”.
Podem concorrer no processo seletivo pessoas físicas ou jurídicas de natureza cultural atuantes na área das Artes Visuais. As propostas podem ser inscritas em somente um dos três módulos, cada um correspondente a uma cidade:
- Módulo 1: Atos Visuais Funarte Brasília – Espaços: Galeria Fayga Ostrower e Marquise/Entorno
- Módulo 2: Galerias Funarte de Artes Visuais São Paulo – Espaços: Galerias Flávio de Carvalho, Mario Schenberg, Centro de Convivência Waly Salomão e área externa
- Módulo 3: Funarte MG – Espaços: Galpão e área externa
Os proponentes podem optar pela ocupação de apenas um espaço ou de todos os espaços disponíveis no módulo escolhido.
CRONOGRAMA
– Inscrições: até 16 de agosto/2018, via online
– Taxa de inscrição: não
– Premiação: não.– Edital + Inscrição: http://bit.ly/2M9JP3c

série Sobre Experiência - Pedro David - SP

                                        Veja em seu navegador

Soneto #3, 2015/18, Impressão por pigmentos minerais sobre papel de algodão de 500g/m2 com bordados de fio de poliéster, 38 x 57 cm
Pedro David
O artista mineiro traz à SP-Arte/Foto a série Sobre Experiência, ou o que Não pode ser apagado, em que registra as ranhuras no asfalto das rodovias de seu entorno, na periferia de Belo Horizonte. Realizando pequenas intervenções sobre o material fotográfico como corte e bordado, Pedro David usa sua história pessoal como campo de trabalho expressivo dialogando com artistas como Leonílson e Louise Bourgeois. “O que quero mostrar vai muito além de marcas nos asfaltos mas realizar uma imagem que possa levar  a uma reflexão interior sobre como as experiências pelas quais  passamos nos marcam, e ficam", diz o artista.

Aproximem-se!
 

Verso da obra

ACESSE O PREVIEW AQUI

sp-arte/foto | 23 a 26.08
Shopping JK Iguatemi, 3º piso
Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2.041
São Paulo, Brasil

 


 

série Sobre Experiência - Pedro David - SP

                                        Veja em seu navegador

Soneto #3, 2015/18, Impressão por pigmentos minerais sobre papel de algodão de 500g/m2 com bordados de fio de poliéster, 38 x 57 cm
Pedro David
O artista mineiro traz à SP-Arte/Foto a série Sobre Experiência, ou o que Não pode ser apagado, em que registra as ranhuras no asfalto das rodovias de seu entorno, na periferia de Belo Horizonte. Realizando pequenas intervenções sobre o material fotográfico como corte e bordado, Pedro David usa sua história pessoal como campo de trabalho expressivo dialogando com artistas como Leonílson e Louise Bourgeois. “O que quero mostrar vai muito além de marcas nos asfaltos mas realizar uma imagem que possa levar  a uma reflexão interior sobre como as experiências pelas quais  passamos nos marcam, e ficam", diz o artista.

Aproximem-se!
 

Verso da obra

ACESSE O PREVIEW AQUI

sp-arte/foto | 23 a 26.08
Shopping JK Iguatemi, 3º piso
Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2.041
São Paulo, Brasil

 


 

03 agosto 2018

exposição Macunaíma - Biblioteca Brasiliana - Guita e José Mindlin - USP - SP



Macunaíma é tema de exposição que destaca a imagem e a palavra
A mostra gratuita reúne 39 artistas plásticos, entre novos e consolidados, que traduzem para as telas a obra de Mário de Andrade
Traduzir a obra do escritor Mário de Andrade para as artes plásticas foi a motivação principal da exposição Macunaíma, que será realizada na Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, a partir de 3 de agosto, com a co-organização da artista plástica Altina Felício. A mostra reúne várias técnicas e segue até 4 de setembro.

Com desenhos, aquarelas, pinturas, fotografias, gravuras, instalações e uma pequena escultura a exposição pretende trazer em outra linguagem um pouco da complexidade que o autor modernista criou em sua obra.

“O projeto surgiu  da vontade de escolher um escritor e convidar artistas visuais para traduzir a sua linguagem. Escolhi Macunaíma, de Mário de Andrade, leitura breve e instigante, por ser muito provocativa ao artista visual. Inicialmente seriam 15 artistas, mas o projeto cresceu e convidei mais, pois com tantas técnicas a exposição fica mais próxima do que Mário de Andrade escreveu: inúmeros mitos, lendas, Macunaíma na Amazônia e de repente no Sul do Brasil”, relata Altina.
 
A exposição Macunaíma traz para a contemporaneidade um pouco do herói ou anti-herói brasileiro.

“É interessante notar a sutileza como ele cria Macunaíma, na figura do cidadão brasileiro, se colocando como herói ou anti-herói diante da nossa realidade e das responsabilidades de  nossas escolhas. É um livro pequeno, uma rapsódia, que ao mesmo tempo é tão grande pela complexidade e em nossa exposição, com tantos participantes e técnicas, conseguir ser ao mesmo tempo tão objetiva”, destaca a co-organizadora.
 
Com mais de trinta anos de carreira Altina Felício não faz distinção entre artistas novos e consolidados no meio quando faz os seus convites para as exposições. Segundo ela é exatamente essa alternância que traz uma motivação especial.

“Organizo exposições desde 2011 e a minha intenção sempre foi abrir espaço para quem nunca expôs e para as estrelas, artistas com carreira consolidada, pois vemos a humildade destes expondo o trabalho com quem está começando”, valoriza.

Responsável pela criação do projeto, a artista não se considera curadora da exposição já que, segundo ela, não há uma seleção de obras, mas sim uma provocação ao artista sem uma indicação do que vai ser exposto.

A exposição trará em sua abertura um show do conjunto musical Mosaico, composto por pacientes psiquiátricos do Centro de Convivência e Cooperativa Eduardo Leite - CECCO Bacuri - unidade municipal de saúde que visa a promoção, a prevenção, a manutenção e a recuperação da saúde global das pessoas, de crianças até idosos -, local onde Altina ministra aulas de desenho. A direção do musical é do psiquiatra e músico Hélio Cherubini e da coordenadora Mara Quintanilha.

Texto | Elcio Silva
Imagens | Xilogravuras de Angela Leite

Serviço
Exposição Macunaíma
Abertura | 3 de agosto de 2018, 14h,
com apresentação do conjunto musical Mosaico.
Visitação | De 6 de agosto a 04 de setembro
das 9h às 18h (segunda a sexta-feira)
Onde| Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM)
Sala BNDES - entrada pela editora EDUSP
Rua da Biblioteca, S/N, Cidade Universitária, Butantã, São Paulo - SP.
Quanto | Gratuito