Aqui estão os eventos em que participo: exposições, prêmios, trocas de gravuras, intervenções urbanas e o que mais acontecer.

Para acompanhar concursos, exposições, lançamento de livros e curiosidades, visite meu outro blog:
http://gabinetedecuriosidades.blogspot.com/

Maria Pinto

07 junho 2016

30 Fragmentos de Poesia - Museu Casa da Xilogravura - Campos de Jordão SP

NO MUSEU CASA DA XILOGRAVURA, EM CAMPOS DO JORDÃO:
Mostra de xilogravuras de trinta artistas com apoio do ateliê da UNESP
de 11 de junho a 25 de agosto de 2016
             O artista Vinicius Almeida providenciou placas de madeira de cedro e ofereceu-as a trinta gravadores, para que cada um produzisse uma xilogravura. Aceitaram a proposta tanto artistas já consagrados, quanto alguns mais novos, menos conhecidos. Todos trabalharam com paixão e afinco, reunindo-se inúmeras vezes no ateliê do Instituto de Artes da UNESP – Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho, que foi o centralizador das ações. O resultado foi muito bom. As obras resultantes, reunidas, compuseram uma caixa, ou em outras palavras, um livro de artista, cujo título é “30 Fragmentos de Poesia”, do qual foram impressas 100 cópias. O projeto contou também com o apoio do PROAC, além da UNESP.
Os trinta artistas autores das xilogravuras do álbum foram:  Adriano Gambim, Ana Lúcia Ribeiro Pacheco, Bruno Oliveira, Carolina Koyama, Célio Pereira, Cleber Alexsander, Cleuzer de Barros, Florindo Enoki, Francisco Maringelli, Gilberto Tomé,  Hilda de Alencar Gil, Ilse Mazza, Isabel Pochini, Linda Yamanaka, Lourdes Sakotani, Luciano Ogura, Ludmila Porto, Luise Weiss, Marcelo Heleno, Maria Pinto, Marie Ito, Maura de Andrade, Miguel Alonso, Paulo Camillo Penna, Pedro Pessoa, Romildo de Sousa, Sayaka, Sofia Jajam, Vinicius Almeida e Wagner Scabar.


Na mesma visita, o público poderá aproveitar outras exposições na Casa da Xilogravura:
Mostra parcial do acervo – Em dezenas de salas o visitante aprecia xilogravuras de artistas brasileiros e estrangeiros; e ainda gravuras utilitárias, tais como baralho de tarô, livros, jornais, cartazes, etc., todos feitos com impressão xilográfica.
Ateliê demonstrativo – Em vídeo ou ao vivo, pode-se ver como é produzida uma xilogravura.
Magia da Multiplicação – Duas salas específicas explicam as relações da xilografia com os outros ramos da multiplicação gráfica, pela exibição de obras e objetos, inclusive linotipo, estamparia de chitas, gravura em metal, pedras litográficas, serigrafia, etc.
Tipografia (completa) de tipos móveis para composição manual, nos moldes da invenção de Gutenberg no século XV.
E há ainda mais outras mostras : A Xilo e os Índios,  História deste Museu, Da Xilo ao Chip.
Os jardins do Museu também podem ser visitados e, logo no jardim da frente, pode ser visto o pequeno monumento que mostra a efígie e guarda os despojos do cão Chiquinho, símbolo da Editora Mantiqueira, que é a entidade mantenedora do Museu.
O MUSEU CASA DA XILOGRAVURA abre das 9 às 12 e das 14 às 17 horas
todos os dias, de 5ª. a 2ª. feira (só fecha nas terças e quartas feiras)
e situa-se na Avenida Eduardo Moreira da Cruz, 295, esquina com a praça da igreja N.Sra. da Saúde, Bairro Jaguaribe, Campos do Jordão.
Entrada = R$ 6,00  / Mais de 60 anos, estudantes e professores = R$ 3,00 /  
Menos de 12 anos = Grátis /  Grupos de alunos de escolas gratuitas agendados = Grátis
Para mais informações: (12) 3662-1832 ou www.casadaxilogravura.com.br

Atenciosamente,
Gisele Melo - Press Assistent
Museu Casa da Xilogravura 
Campos do Jordão - SP

Nenhum comentário: